Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Projeto de Sensibilização para o Cancro promovido pelo Município de Esposende vence Prémio Europeu

Imagem poster award 1 1024 2500
28 Março 2019

foto_grupo_ehlc

O projeto de Sensibilização para o Cancro Infantil “O Meu Irmão é um Super-Herói”, da autoria de Hernâni Zão Oliveira, arrecadou o 1º lugar do Prémio Melhor Comunicação, na 4ª Conferência Europeia de Literacia em Saúde. Os resultados das ações de sensibilização desenvolvidas com 625 alunos do concelho de Esposende sensibilizaram o júri do certame internacional que reuniu, entre 14 e 15 de março, em Dublin, na Irlanda. Organizada pela University College Dublin e pela Health Literacy Europe, a competição contou com a participação de 54 projetos de 17 países distintos.
“Construir Sociedades de Literacia em Saúde” foi o tema da 4ª Conferência Europeia de Literacia em Saúde, que uniu líderes mundiais e as principais organizações internacionais de intervenção nesta área. Esta conferência visou a promoção da transferência de conhecimento entre investigadores, profissionais e técnicos, além de incentivar ações e práticas baseadas em evidência, tendo como alcance último a promoção da literacia que reduza a desigualdade na saúde, dentro da sociedade.
O projeto “O Meu Irmão é um Super-Herói” nasceu de um trabalho de investigação desenvolvido por Hernâni Zão Oliveira na Universidade do Porto, em conjunto com o Instituto Português de Oncologia do Porto e com a empresa de comunicação em Saúde BRIGHT. O desenvolvimento do conceito tem como ponto de partida o projeto “HOPE”, um videojogo que envolveu os principais intervenientes no auxílio às crianças com cancro.
Este projeto pretende ajudar as crianças internadas com doença oncológica a entender a doença, promovendo, ainda, a sua melhor condição física, através do exercício, além de auxiliar os pais e voluntários ao longo do tratamento da criança.
Partindo daquele que também é o objetivo do jogo, a desmistificação do Cancro, surge a parceria com a Câmara Municipal de Esposende e os seus agrupamentos escolares. Por isso, o desenvolvimento desta iniciativa contemplou a organização de sessões de sensibilização, avaliando as perceções que os alunos têm sobre o cancro.
Os alunos assistiram a um vídeo que conta a história de um rapaz, o João, cujo irmão foi diagnosticado com Leucemia, e que vai tentar ajudar o irmão no regresso à escola. Este vídeo contou com o apoio da Acreditar (Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro) dobrada por um rapaz que pertence a um grupo de Barnabés - pessoas que vivem ou viveram uma doença oncológica na infância/juventude.
Os resultados apresentados na Conferência Europeia de Literacia em Saúde debruçam-se sobre as ações feitas em fevereiro de 2018. Nestas ações participaram 625 alunos do 2º ciclo do Ensino Básico dos Agrupamentos de Escolas António Correia de Oliveira e António Rodrigues Sampaio.
Em 2019, para além destas sessões de sensibilização, a Câmara Municipal de Esposende reforçou este programa com uma formação para professores intitulada “Estratégias de Adaptação Escolar a Casos de Cancro Pediátrico”.
Esta postura enquadra-se nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas, nomeadamente Saúde de Qualidade, Educação de Qualidade e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.