Passar para o Conteúdo Principal
Voltar ao início

Idosos de Esposende festejaram S. Martinho

1 1 1024 2500
08 Novembro 2018

2

Os idosos das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS’s) do concelho festejaram, hoje, o S. Martinho, numa festa organizada pelo Município de Esposende, em colaboração com a Santa Casa da Misericórdia de Fão, e que decorreu na Quinta do Souto, em Curvos.

A Festa de S. Martinho integra o Ativo Mais, da Rede Social de Esposende, programa que abrange a realização, ao longo de todo o ano, de um conjunto de atividades sócio recreativas, desportivas e culturais tendentes a promover o envelhecimento ativo e bem-sucedido.

“É função do Município proporcionar estes momentos de lazer e de convívio à comunidade idosa”, referiu o Presidente da Câmara Municipal, Benjamim Pereira, expressando satisfação pelo acolhimento que as atividades do programa de envelhecimento ativo têm tido, nomeadamente as de maior dimensão, a Festa dos Santos Populares e a Festa do Idoso em Fátima.

Garantindo a continuidade da atual política social do Município, Benjamim Pereira assegurou que a comunidade idosa terá sempre uma atenção especial e que são para manter os projetos que têm vindo a ser desenvolvidos. Destacou, a propósito o Coro Sénior de Esposende e a mais-valia deste projeto.

Lembrando que este programa é fruto de trabalho em rede, Benjamim Pereira expressou agradecimentos a todos quantos colaboraram na organização da Festa de S. Martinho, designadamente à Associação Cultural, Artística e Recreativa de Forjães, Associação Social, Cultural e Recreativa de Apúlia, Centro Comunitário de Vila Chã, Santa Casa da Misericórdia de Esposende, Santa Casa da Misericórdia de Fão, Grupo de Solidariedade Social de Antas, Centro Social Paroquial de Fonte Boa, Fundação Lar de Santo António de Forjães, Centro Social da Juventude Unida de Marinhas, Centro Social Juventude de Belinho, Centro Social da Paróquia de Curvos, Centro de Intervenção Cultural e Social de Palmeira de Faro e APPACDM. Agradeceu, ainda, à Delegação de Marinhas da Cruz Vermelha Portuguesa e ao grupo musical Terr’Alegre, que animou a festa.

Além das castanhas e do tradicional caldo verde, a música e a dança foram ingredientes desta festa, onde os participantes tiveram oportunidade de experimentar alguns passos de dança de salão.